Breaking News
Home / BIKE FRIENDLY / BIKE NA RODA / Projeto Bike Na Roda

Projeto Bike Na Roda

 

O protagonismo da bicicleta nas cidades nos últimos anos é notório. Segundo a ABRADIBI (Associação Brasileira da Indústria, Comércio, Importação e Exportação de Bicicletas, Peças e Acessórios), a frota de bicicletas no Brasil já supera os 80 milhões. Em São Luiz Gonzaga não está sendo diferente, pois aumentou o número de ciclistas nas ruas que reúnem-se nos finais de tarde para pedalar em grupos, sozinhos ou em família.

A prática deste esporte também é encarada como uma nova modalidade de lazer, além de ser um bom momento para pôr a saúde em dia. No sábado, dia 11, foi dado início ao Projeto “Bike na Roda” promovido por ciclistas da cidade em parceria com empresários locais. O evento aconteceu na Academia Boa Forma e contou com a presença do triatleta Wissthon Rodrigues, que tem no seu currí
culo a participação de um Ultraman no Canadá e trouxe para a “roda de conversa” o assunto Bike Fit.

Bike Fit

Muitas pessoas, quando iniciam a prática do esporte, sentem um desconforto ao subir na bicicleta, cansam rápido e acabam com dores nas articulações, pescoço ou formigamentos nos membros. Estes sinais alertam que algo não está bem no ajuste da bicicleta.

Para tratar desses casos existe a análise biomecânica do ciclista, também conhecida por Bike Fit, que é o processo de ajuste dos pontos de contato do ciclista com a bicicleta. O objetivo é encontrar a posição mais adequada para que o ciclista pedale com segurança, conforto e melhore o seu desempenho.

Retül

Além da palestra informativa, 7 ciclistas tiveram a oportunidade de realizar os ajustes das bicicletas. O sistema utilizado é dos mais avançados e precisos da atualidade. Trata-se do sistema “Retül”, que permite efetuar análises biomecânicas dinâmicas, ou seja, enquanto o ciclista pedala sobre um rolo de treino, simulando as condições reais de posicionamento e movimentos. O sistema recorre à utilização de marcadores LED que transmitem os movimentos do ciclista em 3D para um software onde estes dados são analisados.

Todos os dados são registrados pelo computador e podem ser comparados com análises anteriores, permitindo ir ajustando a bicicleta até se encontrar o melhor posicionamento para um determinado ciclista.

Esta tecnologia é utilizada por grandes equipes de ciclismo do mundo todo e ajuda na prevenção de lesões, pois evita o mau posicionamento do ciclista sobre a bicicleta. Ao final, os ciclistas receberam um relatório completo, com todas as suas medidas.

A intenção do Projeto é incentivar a prática do ciclismo de forma saudável e consciente, tanto por parte dos c
iclistas quanto da população em geral. Trazer o debate da bicicleta como uma alternativa de mobilidade urbana para a nossa cidade, auxiliando na resolução de problemas como trânsito, falta de estacionamentos e principalmente na capacitação dos nossos ciclistas.

Próximos passos

A palestra do triatleta Wissthon Rodrigues foi a primeira, mas o cronograma seguirá com temáticas como conscientização no trânsito, gestão urbana, saúde do ciclista, tecnologias e empreendimentos voltados à bicicleta, entre outras atividades. A proposta é levar o “Bike na Roda” para dentro das empresas apoiadoras e integrar os ciclistas com a comunidade. No momento as empresas que estão apoiando o Projeto são Academia Boa Forma, Sempre Nattural, Mania Sport, Alceu Tintas e Casa das Bicicletas. Todas as palestras são filmadas e disponibilizadas na internet para que qualquer um possa ter acesso.

LEIA TAMBÉM.

Fui atropelado, logo eu?

Fui atropelado, logo eu que… Duas semanas atrás trouxe aqui no site, uma reflexão sobre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *