Breaking News
Home / + DICAS / BIKE & YOGA, por essa você não esperava.

BIKE & YOGA, por essa você não esperava.

Sou Juliana Melim, tenho 33 anos e vou falar sobre duas paixões na minha vida: bike e yoga!

Gosto muito de pedalar e vou discorrer sobre como a prática de Yoga me ajudou nesse esporte. A bike e o Yoga entraram na minha vida mais ou menos ao mesmo tempo, há 10 anos atrás. E desde então, estão presentes e relacionados na minha trajetória.

Yoga é um conhecimento milenar que visa o desenvolvimento pleno do ser humano, gerando equilíbrio corporal e mental. Foi tão significativo pra mim que decidi me formar instrutora e atualmente exerço essa função na cidade onde resido, São João Batista – SC.

Sou profissional na área do Yoga, porém amadora na bike. Mesmo assim, desenvolvi um ritmo considerável e um volume de treinos alto, realizando longos pedais, passando horas em cima da bike. Isso realmente me faz muito bem!

Um sério problema de ciclistas amadores é que vamos viciando em pedalar, e na medida em que treinamos, aumentamos a capacidade cardiorrespiratória, o volume de treinos e os percursos, porém não observamos o corpo como um todo! Os profissionais, normalmente, são bem assessorados e realizam uma série de treinos e atividades adicionais que potencializam seu rendimento e previnem lesões. Mas nós amadores, infelizmente não. E por esse motivo, muitas vezes, adquirimos lesões, temos dores nas costas, pescoço, articulações, justamente porque nos dedicamos apenas ao pedal, não compensamos o esforço, tampouco treinamos outros grupos musculares não estimulados no ato de pedalar.

A exposição contínua do corpo do ciclista a mesma postura é o motivo principal que ele precisa se conscientizar da necessidade de compensar esse esforço. E aí entra o Yoga, que tem poder regenerativo, estimula o fortalecimento muscular e articular de todo o corpo. As posturas são muito dinâmicas e variadas e desenvolvem força, flexibilidade e equilíbrio.

Ter outros grupos musculares fortalecidos, como braços, ombros e principalmente abdômen e musculatura paravertebral faz uma diferença efetiva para a saúde do ciclista e desempenho na bike, pois além de serem complementares na pedalada, são os responsáveis por uma postura correta.

Nas posturas de Yoga trabalhamos exercícios variados com a coluna que são excelentes para aumentar a mobilidade e flexibilidade. As extensões e torções da coluna realizadas nos ásanas, são especialmente importantes para os ciclistas, que ficam com a coluna flexionada, rígida e encolhida por longos períodos e, muitas vezes, cultivando uma corcunda. Destaco aqui os amigos ciclistas de estrada, que visam a velocidade e vão inclinando cada vez mais o tronco na bike com objetivo de reduzir o indesejado atrito do vento contra o peito.

É claro que é muito legal atingir e manter altas velocidades durante o pedal, inclusive, esse é um dos maiores objetivos dos atletas. Porém, observe sua coluna, cuide dela, até mesmo para você preservar sua capacidade de exercer o esporte que você ama! No meu caso, tendo desenvolvido mobilidade na coluna, consciência postural e o fortalecimento de grupos musculares relacionados a pedalada, eu me sinto confortável para realizar um pedal mais longo, onde estarei por horas consecutivas na mesma posição, reduzindo sofrimento, evitando dores pós treino e as temidas lesões.

Além disso, no Yoga aprendi a compreender melhor meu corpo, a identificar as respostas fisiológicas geradas por condições emocionais e psicológicas, e isso também aumentou meu desempenho no ciclismo, especialmente pela prática das técnicas respiratórias e meditativas que ampliam a capacidade respiratória e o controle de emoções.

Sou profundamente grata a vida e ao Yoga pela possibilidade de trilhar esse caminho. Sou grata também as pessoas queridas que tenho encontrado, e fico feliz em poder ensinar a prática do Yoga que tanto me faz bem.

Namastê e bons treinos!

Este texto esteve na primeira Edição da Revista Amigo do Ciclista. Para ter acesso à Revista clique AQUI.

   

LEIA TAMBÉM.

REVELAÇÃO: menino ou menina?

Da Série: NOVOS DESAFIOS * NOVOS HÁBITOS.   MENINO OU MENINA?   Depois de inúmeras …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *