Home / Cicloturismo / COMO FAZER PARTE?

COMO FAZER PARTE?

O QUE É PEP?

Bom, o projeto Pedalar: Eu Preciso! carinhosamente chamado de PEP tem por objetivo aproximar pessoas apaixonadas por viagens, ciclismo e aventura. Percebemos que quando temos um grupo coeso, com afinidades, tudo fica mais fácil e mais barato. Nós, Andréia e Cleber, sempre amamos viajar, mas nem sempre o tempo e o dinheiro eram suficientes para fazermos tudo o que queríamos. A partir daí, começamos a procurar pessoas com os mesmos objetivos e desejos. O foco sempre foi unir dois pontos principais: BIKE E VIAGEM. Para nós, a bike passou a ser muito mais que uma lazer, transformou-se aos poucos uma necessidade em nossas vidas. Foi a partir daí que surgiu o nome do projeto.

BIKE + VIAGEM = CUSTO ALTO! CERTO?

Essa é uma lógica que o projeto pretende desconstruir. Sabemos que unir a paixão pela bike e novos destinos é algo caro e difícil de manter, e foi pensando nisso que começamos a unir pessoas com o mesmo objetivo e a traçar lugares que sempre desejamos conhecer, mas que por um motivo ou outro, sempre acabamos deixando para uma “outra hora”. Foi aí que percebemos que se reuníssemos pessoas com o mesmo propósito, tudo começaria a ficar mais barato.

QUANTO MAIS MELHOR!

Não é bem assim. O PEP prevê reunir um grupo coeso, isso é o principal. Um grupo muito grande, acima de 30 pessoas por exemplo, acaba perdendo um pouco do propósito. Como o objetivo é viajar e pedalar por lugares novos, se o grupo é muito grande começamos a ter problemas com reserva de hotéis, carros de apoio e por aí vai. Número não é sinônimo de qualidade.

MAS A PROPOSTA NÃO É AMPLIAR?

Sim. Todo destino que visitamos demarcamos a rota no GPS e criamos o mapa altimétrico para que os próximos ciclistas possam fazer com mais segurança. Também indicamos estabelecimentos parceiros, onde geralmente somos bem recebidos, como por exemplo hotéis, pousadas, restaurantes.  E as vezes conseguimos até um desconto diferenciado. Todas estas informações estão disponíveis em um mapa on-line que vamos criando a cada viagem.

COMO FAZER PARTE DO GRUPO?

Na realidade o grupo vai criando corpo a cada cicloviagem que realizamos. Aos poucos novos ciclistas vão aderindo ao PEP. Esta é a grande vantagem. Quando definimos o próximo destino, já temos quase todas as vagas preenchidas. Por isso as vagas esgotam com muita rapidez, de qualquer forma sempre divulgamos o cronograma com uma certa antecedência, e isso facilita que o ciclista interessado se programe. Se preferir pode nos acompanhar pelo nosso canal ttps://goo.gl/yYLTJ1

POR ONDE JÁ PEDALAMOS?

Destino: Rota Jesuítica nas Missões – Já da primeira edição surgiu a ideia de produzirmos um documentário sobre a nossa experiência nesse lugar sagrado. O roteiro é baseado nas experiências de ciclistas que desafiaram-se percorrer 170km em 3 dias pela Rota Jesuítica Internacional. O resgate histórico e cultural aparecem em vários momentos desta expedição, e a cada parada, novas experiências e sentimentos são registrados. A dor, o cansaço, a vontade de chegar são apenas alguns elementos que deixam esta aventura repleta de emoções que surgem a cada quilômetro rodado. Esta é a história das nossas vidas!

Fomos premiados com o Trailer do documentário no I FESTIVAL CULTURA DE FRONTEIRA promovido pela Universidade Federal da Fronteira Sul.

Destino: Rota das Águas e Pedras – A Rota oferece o contato com a natureza, rica em paisagens naturais e campestres, destacando-se o  brilho das Pedras Preciosas, a pureza das Águas Minerais e  Termais e a Lama Negra Medicinal , aliados à diversificada gastronomia e à cultura dos imigrantes que  colonizaram a Região. Foram 2 dias de cicloturismo, vivenciando das mais intensas experiências. A 2ª edição proporcionou experiências únicas, como pedalar dentro de um garimpo de pedra ametista, banhar-se nas águas termais e almoçar no famoso restaurante subterrâneo.

CONFIRA NOSSOS DESTINOS PARA 2019:

LEIA TAMBÉM.

VIVEMOS TEMPOS DE INTOLERÂNCIA!

Tudo começou com a intolerância a lactose, depois foi a vez do glúten, mais recentemente …

One comment

  1. Robson Alan Schneider

    Gostaria de participar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *